UBES

SECUNDARISTAS VENCEM OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA DO CONE SUL E BRASIL FICA EM 1º LUGAR NO RANKING DE PAÍSES

O Brasil ficou em primeiro lugar na 24ª Olimpíada de Matemática do Cone Sul, competição ocorrida entre os dias 2 e 7 de junho na cidade de Assunção no Paraguai. Quatro estudantes brasileiros ganharam as medalhas de ouro e de prata da competição.

Os estudantes que trouxeram as medalhas de ouro foram Murilo Corato Zanarella, 15, de Amparo (SP) e Victor Oliveira Reis, 16, de Recife (PE), enquanto Daniel Santana Rocha, 16, do Rio de Janeiro (RJ) e Pedro Henrique Sacramento de Oliveira, 13, de Vinhedo (SP) receberam as medalhas de prata. A equipe foi liderada pelos professores Fabio Brochero Martínez de Belo Horizente (MG) e José Armando Barbosa de Fortaleza (CE).

Participaram da Olimpíada 28 estudantes da Argentina, do Brasil, da Bolívia, do Equador, do Paraguai, do Peru e do Uruguai. O Brasil faz parte dessa competição de matemática desde a década de 1980 e tem 89 medalhas, sendo 22 de ouro. No ano que vem, o evento será em Montevidéu, no Uruguai.

A classificação para a competição sul-americana é feita por meio das etapas nacionais. Os participantes devem ter entre 13 e 16 anos e as equipes, formadas por até quatro estudantes e dois professores. As provas são compostas por problemas da disciplina, que têm de ser solucionados em um tempo determinado. A avaliação dos resultados é feita por meio de uma banca, formada pelos professores dos vários países.

AS PROVAS
Durante as provas, realizadas nos dias 4 e 5 de junho, os participantes tiveram quatro horas, em cada dia, para resolver três problemas de matemática, propostos pelos países participantes e selecionados por um júri internacional, composto pelos professores líderes, um por cada país participante.

O tribunal de coordenação integrado por 15 especialistas em matemática, indicados pelo país organizador, realizou as correções dos problemas resolvidos pelos competidores. Esta correção de exames implica que os líderes e vice-líderes de cada delegação avaliem e defendam o trabalho de seus estudantes ante o tribunal.

Os problemas da prova envolveram disciplinas como álgebra, teoria dos números, geometria e combinatória. A soma dos pontos obtidos na solução de cada problema determinou os vencedores do certame.

BRASIL E AS MEDALHAS NA CONE SUL
O Brasil participa do evento desde 1988, conquistando desde então o total de 89 medalhas, sendo 22 de ouro, 38 de prata e 29 de bronze. No próximo ano o evento ocorrerá no Uruguai.

A participação do Brasil na competição é organizada pela Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), iniciativa que visa estimular o estudo da matemática, contribuir para a melhoria do ensino no país, identificar e apoiar estudantes com talento para a pesquisa científica e selecionar e preparar as equipes que representam o Brasil em competições internacionais do gênero.

A OBM é um projeto conjunto do Instituto Nacional de Matemática Pura Aplicada (IMPA), da Sociedade Brasileira de Matemática (SBM) e conta com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), da Secretaria de Ciência e Tecnologia para Inclusão Social (Secis), do Ministério de Educação (MEC) por intermédio da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Matemática (INCT-Mat).

Da OBM

Advertisements
Standard

Dê a sua opinião e ajude a construir uma UBES cada vez mais forte!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s