UBES

PAUTAS DA JUVENTUDE BAIANA LEVAM 1500 ÀS RUAS DE SALVADOR EM JORNADA DE LUTAS

BA_11abril (14)

Com diversos cartazes nas mãos, rostos pintados com as cores da bandeira do Brasil e muitas palavras de ordem, na última quinta-feira (11/4) os estudantes baianos tomaram as ruas do centro de Salvador para construir mais uma Jornada de Lutas da Juventude Brasileira. A passeata, que teve início no Campo Grande e seguiu até a Praça Municipal Castro Alves, reuniu cerca de 1500 pessoas, entre sua maioria estiveram os estudantes secundaristas.

Com cinco eixos centrais, a Jornada da Bahia ergueu bandeira para as pautas nacionais em defesa de 10% do PIB, 100% dos Royalties do Petróleo e 50% do Fundo Social do Pré-Sal para a Educação; Combate ao extermínio e à violência contra a Juventude Negra; Trabalho decente para a Juventude; Reforma Agrária, e Democratização dos Meios de Comunicação. Saiba mais acessando o Manifesto.Estadual.Bahia

Dentro de uma ampla construção coletiva, a Jornada Nacional de Lutas foi organizada pela Associação Baiana dos Estudantes Secundaristas (ABES), União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), União Nacional dos Estudantes (UNE), União dos Estudantes da Bahia (UEB), Juventude do Movimento Sem Terra (MST), União de Negros pela Igualdade (UNEGRO), Marcha Mundial de Mulheres (MMM), os sindicato dos Trabalhadores em Educação (APLB), dos Comerciários, dos Bancários, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) e Central Única dos Trabalhadores (CUT).

Para o presidente da ABES, Wesley Machado, “a sensação é de euforia e dever cumprido, de ter feito valer a voz de milhões de jovens, seus anseios, desejos e vontades”, disse. “Fomos às ruas com irreverência e seriedade pra dizer que a juventude está organizada e pronta para lutar e assegurar seus direitos”, afirmou destacando ainda a maciça participação das escolas da rede particular de ensino, “que demonstra um avanço e a unidade dos jovens que formaram a jornada”.

10 ANOS DE REVOLTA DO BUZU E PASSE LIVRE

BA_11abril (9)

Marcada por intervenções artísticas, a passeata também se estendeu aos desafios das pautas locais como o aniversário de 10 anos da Revolta do Buzo, emendando a comemoração para pedir o Passe Livre Estudantil. Dentro das questões de mobilidade urbana na capital (Salvador) que sediará a Copa do Mundo, os estudantes reivindicaram o limite de quatro passagens diárias, também questionando o número pequeno de postos de recarga.

“A ABES relembrou a mobilização contra o aumento da passagem que impulsionou a reconstrução da entidade, impulsionando a efetivação do meio-passe”, disse Wesley. A particularidade das pautas locais se estendeu aos desafios do acesso ao transporte público, redução da jornada de trabalho para 40 horas, gestão democrática nas escolas, legalização do aborto, o combate à homofobia e fim do Projeto Alfa e Beto por apresentar conteúdo preconceituoso.

Ao final de uma jornada colorida e com ampla diversidade de pautas, a finalização aconteceu com ato na Praça Castro Alves, exigindo a saída do deputado Marcos Feliciano da presidência da Comissão dos Direitos Humanos em São Paulo.

Para saber mais sobre as mobilizações do estado, acesse a página oficial da ABES no Facebook. Abaixo, vídeo produzido por lideranças de diversas juventudes da Bahia durante confecção do material visual da Jornada.

Anúncios
Standard

Dê a sua opinião e ajude a construir uma UBES cada vez mais forte!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s