UBES

JORNADA GAÚCHA CONQUISTA APROVAÇÃO DO GOVERNADOR EM INVESTIR 100% DOS ROYALTIES EM EDUCAÇÃO NO RS

482040_158030207692687_1186786750_n (1)

A juventude gaúcha também somou à Jornada Nacional de Lutas da Juventude Brasileira em forte mobilização que na manhã da última terça-feira (26), levou cerca de 700 jovens às ruas de Porto Alegre. Inserindo o estado do Rio Grande do Sul no mapa das marchas unificadas de todo o Brasil, estudantes secundaristas e universitários, artistas, trabalhadores do campo e da cidade, com cartazes e palavras de ordem não deixaram dúvidas sobre as pautas dos jovens gaúchos.

A caminhada que contou com a participação União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), a União Estadual dos Estudantes do Rio Grande do Sul (UEE-RS), a União Nacional dos Estudantes (UNE), e a União Gaúcha dos Estudantes Secundaristas (UGES), começou com um ato de escracho em frente ao Grupo RBS, considerado o maior inimigo da juventude na região, partiu do Paço Municipal e finalizou a atividade no Palácio Piratini. Uma comissão de juventude formada por estudantes da UBES, UEE/RS, UFPel, URCAMP e UFSM foi recebida pelo governador Tarso Genro, que ao receber a carta da jornada, declarou apoia à pauta dos estudantes, declarando ser a favor de investimento dos 100% dos royalties do Pré-sal do estado do Rio Grande do Sul investidos plenamente em educação. “Recebi e estou de acordo com a proposta de direcionar recursos do pré-sal para a educação”, ressaltou.

903302_181857198630185_995362471_oAssim como tem acontecido em todo o país, a diretora da UBES do estado, Ana Caroline, atesta que a unidade da juventude potencializa a força da jornada. “Há algum tempo, os movimentos sociais gaúchos não se uniam tão fortemente. Este é um momento histórico, e os estudantes secundaristas gaúchos, estão se somando às pautas e se fazendo ouvir com muita força”, disse. Ana comentou que “a reconstrução da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS); a Bolsa Jovem Rural, para garantir a presença do jovem no campo com qualidade de vida e com uma educação de qualidade; a efetivação da lei do estágio, garantindo os direitos dos jovens de terem férias, folgas remuneradas para o estudo, etc; e também lutar pela redução da jornada de trabalho para todos, mas principalmente para a juventude” também foi combustível da passeata.

Com a participação de grêmios estudantis, diretórios centrais e acadêmicos, a jornada de lutas chamou atenção também à importância do posicionamento do estado em garantir os 100% dos royalties do Pré-sal. Para o presidente da UEE/RS, Arthur da Veiga, uma educação de qualidade exige a conexão da escola com o século 21. “Esta escola carece de um investimento robusto, por isso as entidades representativas dos estudantes tem se colocado na linha de frente da luta por um financiamento a altura do ensino, buscando a garantia do repasse de 10% do PIB e 100% do retorno dos royalties do petróleo para este seguimento”.

Os jovens reivindicaram ainda a aprovação do Estatuto da Juventude e a reserva de uma vaga de representação no Conselho Estadual da Educação, para que as demandas dos estudantes sejam plenamente ouvidas e solucionadas, e a aprovação do Estatuto da Juventude, o que para o Vice-Presidente Sul da UBES, Pedro Igor Chaves, tais pautas são mais sinais de que os jovens estão assumindo cada vez mais o protagonismo político social. “A grande participação dos estudantes em nossa Jornada, só prova que eles realmente estão preocupados com uma educação de qualidade, cada vez mais conquistando seus espaços na vida escolar e participando ativamente das decisões deste seguimento.” afirmou.

Os secundaristas dos Grêmios Estudantis Mariz e Barros, Paula Soares, Almirante Bacelar, Rubem Berta, Irmão Pedro e Rio Branco, além dos representantes das universidades IPA, Uniritter, Unisinos, Fargs, Unifin, Urcamp, Ufsm, Ufrgs, Ufpel e Ulbra, também integraram a passeata por reformas estruturais para um desenvolvimento social, solidário, que combata o racismo, a violência e a intolerância; por um Estado laico, democrático e inclusivo, que respeite os direitos humanos fundamentais, inclusive aos próprios corpos; defesa do meio ambiente, à religiosidade e à liberdade de orientação sexual.

Com informações UEE-RS

Anúncios
Standard

Dê a sua opinião e ajude a construir uma UBES cada vez mais forte!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s