UBES

SONHOS DA JUVENTUDE ACENDEM ATOS NO PARANÁ: APÓS GRANDES MOBILIZAÇÕES EM CURITIBA, FOZ DO IGUAÇU E UNIÃO DA VITÓRIA, AGENDA MOBILIZARÁ CASCAVÉL E MARINGÁ

PR_FozDoIguacu(2)

O estado do Paraná está mais do que “ocupado” pelas pautas da juventude, desde o início da Jornada Nacional de Lutas 2013, diversos atos unificados no estado já reuniram em diferentes cidades mais de 2 mil jovens que querem, com grande diversidade de pautas, conquistar novos avanços para juventude paranaense. As próximas mobilizações acontecerão em Carcavel no dia 29/03, e em Maringá, no dia 04/04.

As reivindicações serão sobre o passe-livre para estudantes do estado todo; para a reserva de vagas de estudantes vindos de escola pública nas universidades estaduais; a garantia de 100% dos royalties do petróleo do estado ser destinado para a educação; luta contra o sucateamento da universidade pública do Paraná, e a implementação urgente de políticas públicas para juventude no estado através da aprovação da PEC da Juventude na Assembléia Legislativa do Estado.

Dentre as entidades de juventude que participam dos atos, estão o Levante Popular da Juventude, a União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), a União Paranaense dos Estudantes (UPE), a Juventude do MST, estudantes da Casa do Estudante Luterano de Curitiba, representantes do SISMUC, Juventude Quilombola, Rede de Mulheres Negras, a Juventude do Partido dos Trabalhadores (JPT), a União da Juventude Socialista (UJS), CUT, APP, DCE da UFPR, UBES, UMES União da Vitória, estudantes da UMESC e UNE.

CURITIBA

PR_Curitiba (4)

Na manhã de ontem (25), cerca de 500 jovens foram às ruas de Curitiba em marcha até o Palácio do Iguaçú, onde a  juventude exigiu e pressionou o governo do estado em defesa de bandeiras centrais. Entre as reivindicações esteve a reforma política, o fim da violência contra a juventude, o financiamento público da educação, melhores condições de trabalho e a democratização dos meios de comunicação.

Para Felipe Barreto presidente da União Paranaense dos Estudantes Secundaristas (UPES), a luta não termina aqui, a pauta da reserva de vagas das universidades públicas para estudantes oriundos de escolas públicas seguirá mobilizando. “A expressiva passeata demonstra a indignação da juventude paranaense a tantos pontos que precisam de mudança, como, por exemplo, é necessário termos políticas mais eficazes de universalização do acesso à universidade pública no Paraná. Nas estaduais não vamos parar enquanto não conquistarmos essa vitória da reserva de 50 % das vagas para os mais desassistidos”, destacou .

O governador do Estado, Beto Richa não saiu para receber as pautas desta jornada, no entanto o presidente da Assembléia Legislativa, deputado Valdir Rossoni, recebeu uma comissão para ouvir a juventude.

FOZ DO IGUAÇU

PR_FozDoIguacu

A mobilização no município reuniu cerca de 500 estudantes que se reuniram pela manhã do último dia 12 de março. Na porta dos colégios, o ato foi ganhando força em unidade com palavras de ordem que tomaram a principal avenida da cidade, Avenida Brasil. Durante o trajeto, várias bandeiras nacionais foram levantadas como a Aprovação do Estatuto da Juventude, Investimento público em educação (10% do PIB, 100% dos royalties, 50% do Fundo Social do Pré Sal), defesa dos Professores, e em especial, os gritos de #ForaFeliciano que ecoaram na passeata marcada por jovens que demonstraram censo crítico aguçado.

 O encerramento da passeata na praça do Colégio Bartolomeu Mitre foi marcada também por uma pequena homenagem ao 7º dia de falecimento do Presidente da Venezuela Hugo Rafael Chavez Frias. “Há uma semana perdemos um grande líder da juventude latino-americana, Hugo Chavez foi um líder que tinha a cara de seu povo e sempre lutou por uma América Latina mais soberana; graças a toda sua luta, hoje milhares de jovens venezuelanos tem acesso à uma universidade de qualidade e gratuita”, disse a diretora de Oeste da UPES, Maiara Oliveira.

A manifestação se estendeu em resposta ao diretor do Colégio Bartolomeu que não quis deixar que os estudantes participassem da atividade. O resultado trouxe a tona o direito democrático de expressão da juventude, que com gritos de “Escola Livre sem Ditador” e “Libera, Libera” marcou mais um motivo que torna ainda mais legítima a Jornada no estado.

UNIÃO DA VITÓRIA

PR_UniaoDaVitoria


Em ato realizado no último dia 6 de março, em parceria da UPES com a União Municipal dos Estudantes Secundaristas de União da Vitória (UMESUVA) e a União Municipal dos Estudantes Secundaristas de Cruz Machado (UMESCM), levou mais de 800 estudantes dos maiores colégios de União da Vitória e Cruz Machado às ruas, reivindicando as pautas nacionais por mais investimento em educação, cultura e mais praças poliesportivas entre tantas outras.

Os estudantes se concentraram na Praça Cel. Amazonas de Araújo Marcondes e fizeram um volta pela cidade passando pelo Núcleo Regional de Educação, onde foram recebidos pelo chefe do núcleo e apresentaram as pautas da educação.”Foi a primeira grande passeata que fizemos, é importante isso acontecer sempre pois assim mostraremos para a sociedade e para os governantes quem somos, e que não estamos satisfeitos com a maneira com que a juventude é tratada”, finaliza Jean Werus, presidente da UMESCM.

SERVIÇO
O que: Jornada de Lutas em Cascavel-PR
Quando: 29/03

O que: Jornada de Lutas em Maringá-PR
Quando: 04/04

Mais informações UPES e UPE

Standard

Dê a sua opinião e ajude a construir uma UBES cada vez mais forte!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s