UBES

JORNADA NO AMAZONAS PEDE NÃO AO AUMENTO DA PASSAGEM E PASSE LIVRE IRRESTRITO

AM (5)

Essa terça-feira (26/03) foi dia de luta na capital do Amazonas que compôs a Jornada Nacional de Lutas da Juventude 2013 com quase 4 mil jovens nas ruas. Percorrendo as principais vias de Manaus rumo à Prefeitura, as palavras de ordem reivindicando melhorias na educação e no transporte público foi o resultado da histórica unificação de pautas que tem acontecido por todo o Brasil.

Em Manaus não foi diferente, a diversidade das bandeiras somaram-se com as entidades juvenis mais diversas, entre as quais participaram do ato a União Estadual dos Estudantes Secundaristas do Amazonas (UESAM), a União Estadual dos Estudantes (UEE-AM), a Pastoral da Juventude, o Movimento Jovem do Amazonas (MOJAM), a União Brasileira de Mulheres (UBM), a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (COIAB).

Para o diretor regional da UBES, Matheus Conceição, as mobilizações no estado acontecem em um momento de importantes decisões para população local, que além do aumento da previsão do aumento da passagem de ônibus, antecede a data limite para o cumprimento do plano de metas lançado pela prefeitura de Manaus. “Nossa Jornada acontece em um momento conturbado por anteceder a data limite para o cumprimento do ‘Plano de Cem Dias’ e nós estudantes queremos ter mudanças consistentes na estrutura da nossa cidade”, defendeu.

O estudante afirmou ainda que as melhorias de estrutura na capital compreendem também o avanço no ensino oferecido nas escolas, um computador por aluno, creches para atender à demanda da população, investimento em cultura, fiscalização à Bolsa Universidade e a luta contra o extermínio da juventude.

NÃO AO AUMENTO DA PASSAGEM, MAIS DEMOCRACIA E PASSE LIVRE ESTUDANTIL

Ao final do trajeto, a juventude amazonense se reuniu em frente à prefeitura para protestar contra o possível aumento da tarifa do transporte público na cidade. Uma comissão de juventude foi organizada para conversar com o prefeito, como tem acontecido nas jornadas de diferentes estados, porém, ele se negou a recebê-la.

Segundo conta Matheus, o ato não atraiu apenas a juventude. “Foi surpreendente, pais de família e trabalhadores saíram do trabalho e se juntaram à mobilização. Tivemos mais uma demonstração da falta de diálogo e interesse do prefeito Arthur Virgílio Neto em ouvir a população”, disse.

Os estudantes também levantaram a pauta do passe livre irrestrito nas catracas dos ônibus. “O valor integral da passagem é de R$2,75 e pode passar para R$3,50. Fora isso, a prefeitura quer reduzir a quantidade de passes de meia passagem para os estudantes. Na gestão passada eram 120, hoje já são 60 passes. Não podemos nos calar diante disso’’, falou Beatriz Calheiros, presidente da UEE-AM.

Um novo protesto está marcado para a próxima segunda-feira (01/4) quando ocorrerá uma audiência na Câmara Municipal da cidade, pautando o tema da tarifa do transporte público.

Standard

Dê a sua opinião e ajude a construir uma UBES cada vez mais forte!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s