UBES

UBES LANÇA NOTA DE REPÚDIO À AÇÃO TRUCULENTA DA POLÍCIA NO RN E COBRA APURAÇÃO

Depois de três semanas de fortes mobilizações da população potiguar que foi às ruas de Natal/RN em reivindicação ao repentino aumento da tarifa de ônibus e da ação inconstitucional de serem privados do direito de integração nos ônibus, a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) lança nota de repúdio à ação truculenta da polícia militar durante os protestos, repudiando também as ações inconsonantes de vandalismo durante os atos. O movimento secundarista cobra ainda, do Governo da capital, apuração dos policiais responsáveis pela agressão física aos estudantes. Veja a NOTA DE REPÚDIO.

Desde o dia 27 de agosto, quando a Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) anunciou o reajuste tarifário dos ônibus de R$ 2,20 para R$ 2,40, centenas de pessoas, em grande parte composta por estudantes, foram às ruas contra o aumento. Reunindo diferentes frentes de organizações, partidárias, apartidárias, sindicatos e também com a presença do movimento estudantil no movimento pacífico “Revolta do Busão”, as principais avenidas da cidade foram paradas para que os cidadãos de Natal fossem ouvidos.

A pressão de toda população resultou na revogação em um decreto da Câmara Municipal de Natal que retomou o valor da passagem no último dia 6 de setembro. Os vereadores afirmam que a Prefeitura, ao aumentar a tarifa dos ônibus sem aviso prévio à população, desobedeceu ao artigo 125 da Lei Orgânica, que determina a comunicação prévia à população acerca do aumento de tarifas de transporte.

Os protestos foram intensificados, a articulação do povo potiguar nas mobilizações de forma instantânea e de participação automática pelas redes sociais com a medida unilateral da Seturn em 17/09 que suspendeu a Integração Temporal (Passe Livre). O sindicato, que representa as empresas de ônibus do estado, sob a desculpa de “desequilíbrio econômico”, retirou o direito, descumprindo a portaria  164/2011 da lei municipal  que garante aos usuários o benefício de pegar dois ônibus, durante o intervalo de uma hora pagando apenas uma passagem.

Diante de mais esta ação contra os cidadãos de Natal que cobraram seus direitos, o Passe Livre foi retomado na última quinta-feira (20). “Os empresários, na calada da noite, aumentaram a passagem sem nenhuma justificativa, e a Prefeitura foi conivente. Os estudantes e toda população de Natal conquistaram na rua a revogação da tarifa, da mesma forma que conseguiram restituir a integração, retirada por meio de um crime inconstitucional dos empresários. A UBES é contra a depredação do patrimônio, seja ele público ou privado, e sem dúvidas, estaremos até o fim com os estudantes e com toda a população defendendo seus direitos”, afirma o Tesoureiro Geral da entidade, Pedro Henrique.

Veja abaixo NOTA DE REPÚDIO.

Anúncios
Standard

Dê a sua opinião e ajude a construir uma UBES cada vez mais forte!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s