UBES

TOCANTINS E BAHIA INTEGRAM JORNADA DE LUTAS COM FORTES BANDEIRAS REGIONAIS

Em defesa das bandeiras históricas do movimento secundaristas brasileiro, em Tocantins, a União Metropolitana dos Estudantes Secundaristas de Palmas (UMES – TO), ao lado da UBES, reuniu cerca de 300 secundaristas em defesa das pautas regionais dos estudantes.

Com apoio dos grêmios estudantis do ensino médio das escolas Taquaralto e Santa Rita de Cássia, a mobilização integrou as pautas nacionais em defesa dos 10% do PIB e 50% do Pré-Sal para Educação, passe-livre, e por Menos Juros e Mais Educação.

Os manifestantes seguiram em marcha peça Rodovia PO-050 e a Avenida Tocantins, importante ponto comercial em Palmas. Entre as pautas regionais, os secundaristas tocantinenses reivindicaram o plano de expansão das ruas causada pela especulação imobiliária, como conta o presidente da UMES-Palma, Alex Jhon.

“Vivemos em Tocantins um momento de especulação imobiliária, em que o governo pretende afastar a população pobre do centro da cidade, porém sabemos que não temos condições de expansão. As estruturas que estão em péssimas condições são as das escolas e as de transporte”, denuncia Alex representando a voz dos secundaristas em Palmas.

Na Bahia, comemorando o aniversário de Salvador, os jovens da Associação Baiana Estudantil Secundarista (ABES) tiveram papel decisivo nas mobilizações da Jornada de Lutas 2012 que reuniu cerca de 3 mil estudantes. Ao lado da União dos Estudantes da Bahia (UEB) e com o apoio da UBES-DF, o ato coloriu as ruas de Salvador com a irreverência jovem.

“A Jornada de Lutas 2012 mostra o quanto o movimento estudantil está crescendo em nosso estado, concretizando a nossa mobilização de forma positiva e decisiva. Defendemos em nosso ato, a rejeição das contas apresentadas pelo prefeito João Henrique que não utilizou o dinheiro público que deveria ser investido em educação, pelo contrário, vemos escolas municipais e estaduais entrando em sistema de rodízio, algumas até sendo fechadas”, conta Wesley Machado, presidente da ABES.

 Wesley conta ainda que o movimento estudantil se organizou com intensas atividades, pois mesmo sendo impedidas de entrar algumas escolas, a ABES e demais entidades estudantis decretaram greve estudantil para que nenhum estudante ficasse fora da grande jornada que aconteceu nessa quinta-feira (29).

Acesse o Flickr da UBES e veja mais fotos aqui

Anúncios
Standard

Dê a sua opinião e ajude a construir uma UBES cada vez mais forte!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s