UBES

NA BAHIA, ESTUDANTES REALIZAM PROTESTO CONTRA REAJUSTE DA TARIFA DE ÔNIBUS NA LAVAGEM DO BONFIM

Durante segunda maior manifestação cultural da Bahia, que perde apenas para o Carnaval, estudantes da UEB, ABES, UBES e UNE, apresentaram à população de Salvador e Região Metropolitana uma série de reivindicações.

Um possível aumento no preço da passagem enquanto o sistema de transporte continua sem atender as reais demandas da população? Foi com essa e outros pontos que os soteropolitanos do movimento estudantil organizaram ontem, 12, a “Revolta do Buzú” durante a Lavagem do Bonfim que acontece na Bahia, apresentam à população de Salvador e Região Metropolitana uma série de reivindicações com o ato político, por um transporte público e de qualidade.

A mobilização aconteceu através das redes sociais com a organizaçãoda União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), União Nacional dos Estudantes (UNE), União dos Estudantes da Bahia (UEB) e a Associação Baiana Estudantil Secundarista (ABES). O dia não foi por acaso, pois durante a comemoração da Lavagem do Bonfim todos os que sonham ocupar a cadeira principal do Palácio Thomé de Souza testam sua popularidade. Por isso, cerca de 30 estudantes, com toda bravura e irreverência jovem protestaram pelas condições do transporte em Salvador, fazendo um apelo pela meia passagem intermunicipal e passe livre estudantil municipal.

“Queremos chamar a atenção da sociedade e dos nossos representantes políticos para as nossas pautas, que engendra também a situação do transporte público em Salvador e perpassa a linha de ônibus, chegando ao Elevado Lacerda, aos planos inclinados e à criação de mais pontos de integração no término do metrô. Protestamos também pela criação de ciclovias  e a mobilidade urbana para deficientes físicos”, avaliou Onã Rudá, diretor da UEB.

TRANSPORTE PÚBLICO DE QUALIDADE – NOTA DAS ENTIDADES SOBRE O AUMENTO DE TRANSPORTE

  1. Faz nove anos que estudantes com apoio de vários outros setores dos movimentos sociais pararam as ruas soteropolitanas, na luta por um transporte público de qualidade e acessível à população. O aumento da tarifa do transporte foi a mola propulsora e sua redução e congelamento eram as principais pautas. À época, depois de muita pressão e mobilização nas ruas, conseguimos que alguns compromissos fossem assumidos pela prefeitura.
  2. Travamos a discussão sobre a função e poderes que o Conselho Municipal de Transportes possui, já que este é um órgão auxiliar do Município previsto desde 1990 na Lei Orgânica de Salvador em seu artigo 250. Apesar de garantir a participação de entidades da sociedade civil na formulação de políticas sobre transportes públicos, suas decisões são meramente consultivas e sua composição interna é totalmente desfavorável à população. A atual gestão da Prefeitura de Salvador pactua os rumos das políticas de transporte diretamente com o empresariado, enquanto sobra para a população um serviço de péssima qualidade e de valor abusivo. Queremos as prestações de contas das empresas e que elas justifiquem aumentos. Chega de exploração do SETPS e da Prefeitura!
  3. Paira a incerteza sobre a possibilidade do aumento da tarifa, há rumores que possa acontecer em junho, em período de férias (estratégia antiga utilizada pelo Prefeito João Henrique para evitar a mobilização). Apesar da incerteza há outras questões que são tão relevantes quanto o valor da passagem.
  4. O transporte parcamente oferecido na cidade de Salvador não atende a demanda da população, não garante que esta exerça o Direito à Cidade. A mobilidade urbana é deixada de lado e o que é pensado não se atenta às carências do povo. Queremos integração com as cidades que compõem a região Metropolitana de Salvador. No que se refere à Copa do Mundo, a Prefeitura diz amém ao empresariado da construção civil e no que tange a mobilidade urbana e sistema de transporte, acha que o metrô calça-curta junto com o BRT dará conta da demanda. Mas o que sobrará pra população de Salvador após a Copa?
  5. Por estas e outras questões viemos chamar a atenção da sociedade soteropolitana aos desmandos do atual prefeito João Henrique e a forma anti-democrática que veio construindo sua gestão. Sem ouvir ou dialogar com a sociedade.
  6. Viemos dizer ao senhor prefeito, João Henrique Barradas Carneiro, que estamos mobilizados, sendo ineficaz quaisquer de seus ardis movimentos. Estamos na luta e não aceitaremos aumento de tarifa sem prévia discussão entre o custo e a qualidade do serviço oferecido e o impacto disso no orçamento das famílias da classe trabalhadora!

Nós não aceitaremos nenhum aumento de transporte. Temos reivindicações desde já para serem atendidas agora!

REIVINDICAMOS:

■ Congelamento da tarifa;

■ Vida efetiva do Conselho Municipal de Transporte com participação paritária da Sociedade Civil e que este tenha caráter deliberativo;

■ Criação do Conselho Metropolitano de Transporte, espaço para discussão de forma integrada dos municípios de Salvador e Região Metropolitana;

■ Ampliação dos postos de recarga, com abertura imediata de postos em Cajazeiras, Itapuã e Subúrbio Ferroviário.

■ Pelo fim da taxa de revalidação Salvador-Card;

■ Facultatividade na recarga do Salvador Card;

■ Transformação da Estação da Lapa, Estação Iguatemi, além da criação de novas estações,  para baldeação, assim como na Estação Mussurunga e Pirajá;

■ Transporte Público 24 horas

■ Seguiremos rumo ao #PasseLivre

Assinam esta nota:

União Nacional dos Estudantes

União Brasileira dos Estudantes Secundaristas

União dos Estudantes da Bahia

Associação Baiana Estudantil Secundarista

Anúncios
Standard

Dê a sua opinião e ajude a construir uma UBES cada vez mais forte!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s