UBES

Etapa catarinense do 39° Congresso da UBES empolga secundaristas do estado

No dia 11 de novembro a etapa catarinense para o 39º Congresso da UBES reuniu mais de 300 estudantes na Câmara de Vereadores de São José.

Estiveram presentes na abertura a professora Diroh, da Secretaria Estadual de Educação; Edna Corrêa Batistotti, gerente de educação profissional; Círio Vandresen, secretario de educação de São José; vereador  Moacir da Silva PMDB, Dérique Höhn; presidente da União Catarinense dos Estudantes; Ricardo Monn do Sindicato dos Professores de Santa Catarina; Helenira Vilela representando o Sindicato dos Professores e Servidores Federais de Santa Catarina – SINASEFE, e Vander Rodermel Vice-UNE/SC.

Durante esse importante fórum de discussão do movimento estudantil secundarista, a luta pelo fortalecimento dos Grêmios estudantis foi muito frisada. A discussão do PNE e as bandeiras de luta do movimento estudantil nacional pelos 50% do fundo do Pré-Sal, Meia-Entrada  e 10% do PIB, para a educação também foram levantadas nas intervenções.  Porém o pensamento dominante, assim externalizado pelos discursos, como a luta acirrada contra a municipalização do ensino fundamental no estado, política esta aplicada pelo governador Raimundo Colombo no intuito de isentar a responsabilidade do Estado e passar a responsabilidade para os municípios.

Ao longo dos dois últimos anos, o movimento estudantil secundarista de Santa Catarina obteve grandes conquistas: a reorganização da União Florianopolitana dos Estudantes Secundaristas –UFES, e da União Blumenauense dos Estudantes – UBE .

“Por conta dessas vitórias, nosso principal tema de discussão nesse congresso será a gestão democrática das escolas públicas do estado”, explicou o Diretor regional da UBES em Santa Catarina, Anderson Patrick de Oliveira.

“A Educação fundamental e média é muito precária em nosso estado, as escolas sucateadas e os professores mal remunerados”, estudante do Instituto Estadual de Educação Thuanne Paes.

“A Infraestrutura precaria, super lotação das salas, cadeiras quebradas, janelas caindo, falta de professor”, disse Ieda Vidalia Fontes Bueno de Lima E.E.B Henrique Stodieck.

“O Governo do Estado agora vem aplicar a politica neoliberal na Educaçação de Santa Catarina impondo a municipalização do ensino forma de livrar-se da responsabilidade do estado com a educação fundamental passando a responsabilidade ao municipio”, afirma Sergio de Araujo dos Santos Junior da E.B.M Batista Pereira

39° Conubes vem aí!

Os secundaristas catarinenses se preparam para o 39° Congresso da UBES que acontecerá entre o dia 1° ao dia 4 de dezembro em São Paulo. Após os debates e grupos de discussão na etapa estadual, foram eleitos 62 delegados para a etapa nacional do Congresso da UBES para o próximo mês.

Anúncios
Standard

Dê a sua opinião e ajude a construir uma UBES cada vez mais forte!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s