Blog Antigo, Uncategorized

Diretoria da UBES discute o novo Plano Nacional da Educação

Debate contou com a participação do deputado federal Paulo Rubem Santiago (PDT-PE), um dos 22 autores do Projeto Ficha Limpa

Debater o novo Plano Nacional da Educação e o futuro dos estudantes brasileiros após as eleições presidenciais deste ano foi a pauta principal da reunião de diretoria plena da UBES, realizada em São Paulo nos últimos dias 02 e 03. O encontro contou com a presença do deputado federal pelo PDT de Pernambuco, Paulo Rubem Santiago.

Durante toda a discussão, com a intervenção de todos os presentes, o assunto mais comentado foi o avanço do sistema educacional na última década, em especial, nas escolas técnicas. Na oportunidade, o presidente da UBES, Yann Evanovick, comentou o que a sociedade considera que precisa ser mudado para que a educação no país alcance um status de crescimento ainda melhor. “O Plano Nacional de Educação deve contemplar não só na qualidade do ensino em sala de aula, mas em suas várias vertentes, desde o transporte para o aluno até uma boa remuneração dos professores”, declarou.

Outra questão bastante comentada durante os debates foi o motivo da evasão dos estudantes que cursam o ensino médio. A vice-presidente da UBES, Ana Letícia Oliveira, frisou que o fato de os jovens saírem da escola vai muito além do desinteresse. “É fato que o nosso modelo de educação está ultrapassado, mas não é fator fundamental para justificar a evasão de alunos nas escolas. Muitos têm que deixar o ambiente escolar para trabalhar e sustentar a sua família”,constatou.

No decorrer da reunião, os diretores deixaram claro que a discussão que a entidade quer levantar vai muito além de resolver problemas internos nas escolas, como merenda escolar, a cobertura da quadra de esportes ou um bebedouro quebrado. A UBES quer sim se aprofundar nos problemas de investimento em educação, na formação acadêmica dos jovens e, no futuro, não ser refém de empresários sendo meros apertadores de parafusos. “Foram 500 anos de exploração e hoje temos a possibilidade de mudar esse quadro”, afirmou o 1º vice-presidente, Gregório Motta Gould.

O PNE como fator de crescimento
Discutir o novo Plano Nacional da Educação com o novo governo é, de fato, uma das prioridades da UBES. Para Evanovick, “o início de uma nova gestão comprometida com as questões da educação contribui para emplacar todas as bandeiras levantadas pelo movimento estudantil secundarista durante todos esses anos, em especial, a luta para que 10% do PIB sejam destinados à educação”.

Para o deputado Paulo Rubem, a organização do movimento estudantil é muito importante nesse início de governo. “Devemos organizar os movimentos sociais, em especial o movimento estudantil, e mostrar ao novo governo um PNE bem estruturado”, orientou o deputado que coordena a Frente Parlamentar de Combate à Corrupção e é um dos 22 autores do Projeto Ficha Limpa.

Paulo Tonon

Anúncios
Standard

Dê a sua opinião e ajude a construir uma UBES cada vez mais forte!!!

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s